No cenário atual de segurança aeroportuária e de segurança em aviação civil os prejuízos e perigos de choques de aeronaves com aves e outros animais, nas dependências da área aeroportuária, devem ser evitados, especialmente considerando o crescimento exponencial do transporte aéreo nas últimas décadas. Colisões entre aves e aeronaves podem danificar estruturas e equipamentos, machucar tripulantes e, em casos extremos, levar à queda de um avião. Estes eventos constituem o Risco Aviário e ele vem crescendo no Brasil e no mundo nas últimas décadas.

            Por conta disso, todos os aeroportos devem contar com programas de Gerenciamento do Risco Aviário, utilizando diversas metodologias para mitiga-lo. A CePAR atua neste cenário com os melhores métodos disponíveis no mercado, sendo que, para enfrentar este desafio, temos como nossas aliadas as aves de rapina. Assim, com o uso da Falcoaria, utilizamos a interação de presa X predador para afugentar e capturar aves presentes no aeroporto.

            Tal método conta com enormes vantagens, como a alta precisão nos afugentamentos e capturas, apresentado baixíssimo impacto no ambiente. Além disso, um animal nunca se acostuma com a presença de seu predador e, por conseguinte, tal abordagem garante resultados rápidos mas ao mesmo tempo duradouros.

MANEJO DE FAUNA EM AEROPORTOS COM A UTILIZAÇÃO DE AVES DE RAPINA

            Nossa empresa tem os melhores falcoeiros e a equipe de biólogos mais experiente em manejo de fauna em aeroportos do Brasil, alcançando resultados incríveis na redução do número de colisões com aves, além de ter a expertise necessária para manejar todos os aspectos envolvidos no Risco Aviário

© 2016 by Mura Duarte - CePAR Ambiental - Todos os direitos reservados